(Cerrito) Comunidade Quilombola de Cerrito recebe certificação

Na quinta-feira da semana passada (7), em solenidade na localidade Alto do Brião, em Cerrito, 17 famílias receberam certidão de autodefinição da Fundação Cultural Palmares. Com isso, elas são oficialmente reconhecidas enquanto quilombolas e formalizou-se a Comunidade Quilombola Emília de Moraes – nome em homenagem à avó de Edes Moraes, líder do grupo, escravizada no município.

O reconhecimento é resultado da iniciativa da professora e artista Vanessa Martins, natural do município, que em 2013 se aproximou da comunidade para estudar seus traços culturais e identificou a descendência quilombola nas famílias, principalmente pelas histórias que Edes contava sobre a avó. Assim, Vanessa procurou a equipe da Emater/RS-Ascar que, com o apoio e incentivo da Prefeitura de Cerrito, uniu esforços pela causa.

Na cerimônia estiveram presentes os quilombolas, representantes da Secretaria de Desenvolvimento Rural e da Secretaria da Saúde, a equipe municipal da Emater/RS-Ascar de Cerrito, bem como os assistentes técnicos do escritório regional da Emater/RS-Ascar, Regina Medeiros e Fernando Luiz Horn, e a responsável pelo atendimento a Comunidades Quilombolas da Emater/RS-Ascar, Regina Miranda.

Além disso, participou como convidado e palestrante o secretário de Desenvolvimento Rural de Morro Redondo, Flávio Almeida, que atua como representantes da Federação Estadual de Quilombolas do Rio Grande do Sul na região.

Christian Dias, Matheus Muniz e Pedro Luiz Guerreiro
Assessoria de Imprensa Cerrito RS

Publicado por: Pedro Luiz Guerreiro