(Cerrito) Reunião com produtores rurais define detalhes sobre o Programa de Correção do Solo

No último dia (15), a Secretaria de Desenvolvimento Rural realizou reunião com 50 produtores rurais inscritos para receberem calcário do Programa de Correção do Solo. Foram esclarecidos quesitos para se enquadrar no beneficio. Os produtores deverão ter Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), residir no município e providenciar amostra de solo que comprove a necessidade da adição de calcário. Na reunião ainda foi discutida a forma de pagamento do boleto do frete.

O município adquiriu o montante de duas mil toneladas de calcário, para serem utilizadas no programa, em ação coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Rural e atende em média 140 famílias de produtores rurais do município.

A empresa Calcário Mônego, representada por Maicol Bandera Garcia, foi a única a se habilitar no processo licitatório, realizado por pregão presencial. O procedimento ocorreu momentos antes da assinatura, na sede da Secretaria de Administração e Finanças (SAF), sob a coordenação do pregoeiro Marco Oliveira.

A fornecedora vai entregar o calcário com valor inferior ao proposto inicialmente pela administração municipal. Motivo pelo qual fez o prefeito Douglas Silveira festejar de forma especial a assinatura do contrato. “Com essa diferença, entre o preço que calculamos e o oferecido pela empresa, conseguiremos acrescentar mais onze produtores ao programa”, enfatiza. O montante a ser repassado pela Prefeitura é de R$ 95 mil, com um custo de R$ 50 por tonelada.

De acordo com o secretário da SDR e vice-prefeito Alexandre da Rosa, que acompanhou o processo, o programa existe justamente com o propósito de beneficiar as propriedades rurais mais afetadas com acidez e desgaste do solo. “O produto é entregue diretamente pela administração”, explica. “A correção por meio do calcário otimiza a produtividade e aumenta a renda do agricultor, que só precisa arcar com o frete subsidiado e conta com assistência técnica por parte da Emater”, finaliza.

 

Matheus Muniz, Christian Dias e Pedro Luiz Guerreiro
Assessoria de Imprensa Cerrito RS