(Cerrito) Semana Farroupilha 2018 inicia nesta quinta-feira com extensão programação

Os apaixonados pela tradição gaúcha terão na 22ª Semana Farroupilha de Cerrito motivos suficientes para festejar as façanhas históricas. Com uma programação extensa, sete atrações musicais irão se revezar durante os oito dias de festa. Nesta edição também será inaugurado o novo Galpão Crioulo, local onde ocorrem as rondas.

A programação inicia com a chegada da Chama Crioula, no dia 13, às 14h. A centelha neste ano foi distribuída no município de Pedro Osório e será levada a Cerrito pelo Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Lanceiros do Cerro. Ao chegarem no município, os cavalarianos já terão percorrido um extenso trajeto, que inclui Capão do Leão e Morro Redondo.

A abertura da Semana acontece no mesmo dia, na estrutura de pirâmides montada na alameda João Damasceno Caldeira. O palco dará espaço para diversas atrações municipais ao longo da semana. Do dia 13 ao dia 20 o Grupo Gineteada é responsável por dar ritmo às bailantas, a partir das 22h. Outras personalidades do tradicionalismo, consagradas na região e no estado, também irão abrilhantar o evento: Maicon Paiva, na sexta-feira (14), Grupo Rodeio dos Ventos, no sábado (15), Cristiano Quevedo, na segunda (17), Elton Saldanha, na terça (18), Alexandre Taveira, na quarta (19) e Joca Martins, na quinta (20).

Além disso, rondas diárias, sob responsabilidade de segmentos públicos e privados, como a Emater, secretarias municipais e Sicredi, acontecerão no novo Galpão Crioulo, localizado também na Alameda, a partir das 18h. Serão distribuídos, nessas ocasiões, cerca de 500 pratos de iguarias da culinária típica gratuitamente. A Semana Farroupilha deste ano marcará a inauguração do Galpão, mais amplo e construído com orçamento próprio da Prefeitura de Cerrito.

O tradicional desfile dos cavalarianos, que ocorre no dia 20, também está confirmado. Os tradicionalistas sairão às 15h do Bairro Oásis e percorrerão as principais ruas do município antes de chegar à Avenida Flores da Cunha, onde ocorre a tradicional cerimônia de 20 de setembro, na qual a Chama Crioula é extinta. Essa solenidade será precedida de uma mateada com apresentações musicais e brinquedos infláveis.

Assim como em 2015 e 2016, a edição deste ano captou recursos pela Lei Rouanet, principal mecanismo de fomento à cultura do Brasil. O projeto é elaborado pela Produtora Santa Fé, responsável, em parceria com a administração municipal, por encontrar patrocinadores interessados em abraçar a ideia. Ao todo, entre contrapartida do Executivo e aporte, serão investidos aproximadamente R$ 50 mil. A Arrozeira Pelotas e Três Tentos são os patrocinadores oficiais. “Esse incentivo possibilita que consigamos trazer grandes shows à Cerrito, todos com entrada gratuita”, salienta o diretor de Cultura Marcos Halfen.

 Christian Dias, Matheus Muniz e Pedro Luiz Guerreiro
Assessoria de Imprensa Cerrito RS