(Pedro Osório) Município em situação de emergência pela estiagem

O município de Pedro Osório decretou, na manhã dessa segunda-feira (19), situação de emergência devido a estiagem no município. O prefeito Chola assinou o documento baseado no laudo da Secretaria de Agricultura, Emater e Defesa Civil que aponta para a seca, prejudicial ao setor agropecuário.
A forte estiagem vem atingindo o município desde o início de dezembro de 2017. Para a área rural, a diminuição considerável da capacidade de exploração de água causou perdas nas lavouras e na criação de gado.
De acordo com o laudo, o prejuízo total do município chegou a R$ 12.242.080,00. As perdas foram consideráveis. A melancia, fruta típica de Pedro Osório, teve perda de 15% nas plantações.
No cultivo de soja, milho e feijão a perda chegou a 30%, mesma porcentagem de dano da produção de bovinos de leite. Na área dos bovinos de corte o a perda foi de 26%. O número mais alto foi na produção de milhos de silagem, onde o percentual atingiu 35% de perda da lavoura.
A agropecuária é o setor mais importante da economia municipal. Hoje grande parte do desenvolvimento econômico da cidade vem dessa área, motivo que preocupa ainda mais a administração municipal. Segundo prefeito Chola, o decreto é um pedido de ajuda para que as produções não sejam perdidas.
Agora, o laudo segue para aprovação do Governo Estadual e Federal através da Defesa Civil. O município espera os recursos financeiros para trabalhar na recuperação da situação de emergência em Pedro Osório.

Juninho Ebersol
Assessor de Imprensa
Prefeitura de Pedro Osório