(Pedro Osório) Sessão solene e peça teatral marcam segundo dia de comemorações dos 59 anos do município


Nessa quarta-feira (4) foi dado continuidade na programação do aniversário de 59 anos de Pedro Osório. Na Câmara de Vereadores foi realizada uma sessão solene, enquanto no ginásio de esportes Três de Abril foi apresentada uma peça teatral.
A Sessão Solene, alusiva aos 59 anos de emancipação política de Pedro Osório, entregou os títulos de cidadão pedroosoriense e vereador emérito, no salão do plenário Pedro Solon Vergara.
Dentre os homenageados está o assessor jurídico da Prefeitura de Pedro Osório, Luiz Estevan Almeida, indicação do vereador Márcio Fiori. O vereador emérito, também membro da gestão Chola e Cal, foi o ex-vereador e atual secretário de assistência social João Luiz Borges.
PEÇA TEATRAL “QUAL VAI SER?”
Em parceria com o Sicredi, a Prefeitura Municipal promoveu a peça teatral “Qual vai ser?”, para um ginásio de esportes Três de Abril lotado.
O espetáculo porto-alegrense, produzido pela Liga Produção Cultural, encantou o público e recebeu elogios do vice prefeito Cal Oliveira. “Foi um espetáculo grandioso, um dos maiores que já vi aqui em Pedro Osório”, destacou.
Os alunos da rede pública municipal assistiram em peso a peça. “É importante a participação dos alunos, já que a peça tem uma temática relacionada a juventude”, completou Cal.
Desde 2015 na estrada, o espetáculo bem humorado trata de um momento importante na vida de quem está escolhendo uma profissão ou recém entrou para a faculdade e busca formas de enfrentar os novos desafios. A peça mistura as linguagens de comédia e stand-up para contar a história de um jovem que muda a vida da família e da cidade a partir dos encontros e descobertas que faz.
A programação do aniversário de 59 anos de emancipação política de Pedro Osório continuam hoje com o 2º Torneio Municipal de Pádel, no Padel Dez e a Festa Campeira, nos dias 13, 14 e 15 de abril, no parque do Sindicato Rural.

Juninho Ebersol
Assessor de Imprensa
Prefeitura de Pedro Osório

Postado por: Pedro Luiz Guerreiro,