(Pedro Osório) Vereadora Amália Ritta cria legislação municipal a portadores de fibromialgia

A vereadora Amália Ritta, preocupada com constantes solicitações de encaminhamento para portadores de fibromialgia no município de Pedro Osório, apresentou Projeto de Lei Legislativo que foi aprovado (02) em dezembro, por unanimidade pelos vereadores que compõem a 14ª legislatura.

O projeto legislativo que foi encaminhado para sanção do prefeito municipal, prevê a obrigatoriedade das empresas públicas e empresas concessionárias de serviços públicos e empresas privadas localizadas no município de Pedro Osório/RS a preservar, durante todo horário de expediente, atendimento preferencial às pessoas com Fibromialgia.

O Objetivo principal do projeto é ajudar a diminuir o tempo de espera em filas, principalmente em momentos de crise. A síndrome da fibromialgia (FM) é uma síndrome clínica que se manifesta com dor no corpo todo, principalmente na musculatura, junto com a dor, a fibromialgia cursa com sintomas de fadiga (cansaço), sono não reparador (a pessoa acorda cansada) e outros sintomas como alterações de memória e atenção, ansiedade, depressão e alterações intestinais. Uma característica da pessoa com FM é a grande sensibilidade ao toque e à compressão da musculatura pelo examinador ou por outras pessoas, de cada 10 pacientes com fibromialgia, sete a nove são mulheres.

A idade de aparecimento da fibromialgia é geralmente entre os 30 e 60 anos. Porém, existem casos em pessoas mais velhas e também em crianças e adolescentes. Tão logo ao projeto de lei legislativo seja sancionado pelo prefeito Chola a vereadora Amália Ritta, pretende dar ampla divulgação nos veículos de comunicação e nas empresas as quais se direciona o projeto.

Iram Lima –Assessor de Imprensa

Avatar

Publicado por: Pedro Luiz Guerreiro