Rio Grande do Sul) O avanço do desemprego no país

Desemprego em 11,2% é resultado da herança maldita deixada pelo PT

Foto Marcelo Bertani ALRS 01-06-2016
Foto Marcelo Bertani

O avanço do desemprego no país, conforme apontou levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado nesta semana, é resultado do caos econômico gerado pelos governos petistas de Lula e Dilma. Esse argumento foi defendido pelos deputados que integram a Bancada do PSDB na Assembleia Legislativa gaúcha, após análise detalhada dos dados feita pela assessoria técnica do partido.

Em abril, o total de brasileiros sem emprego formal chegou a 11,2%, a maior taxa registrada pela Pnad Contínua desde 2012. A população desocupada ficou em 11,4 milhões. Ocorreu também um recuo no rendimento real médio do brasileiro em 3,3%, chegando a R$ 1.962.

Para o líder da bancada tucana, deputado Pedro Pereira, a “contabilidade criativa” das administrações petistas, em especial da equipe econômica da presidente afastada Dilma Rousseff, minou a confiança de investidores internos e externos. “Isso gerou aumento dos juros, da inflação e do desemprego. Quem paga o pato agora são os cidadãos e, principalmente, os trabalhadores de baixa renda”, salientou.

A líder do PSDB na Assembleia, deputada Zilá Breitenbach, chamou atenção para o setor da indústria, onde houve o maior número de demissões. “O setor foi o que mais demitiu trabalhadores em 2015, e continua perdendo força. A quantidade de trabalhadores na indústria, onde há mão de obra mais qualificada e salários mais altos, caiu em 11,8%. A herança negativa deixada pelo PT precisa ser superada o quanto antes com novas reformas e ajustes”, defendeu.

Na avaliação dos parlamentares do PSDB, além do maior escândalo de corrupção da história da República, os petistas ficarão marcados por muitas gerações pela maior recessão desde 1929. Os tucanos acreditam que com o impeachment e a partir do trabalho da nova equipe econômica a confiança seja retomada.

 

Texto: Luís Gustavo Machado Jornalista – MTE 15280

Publicado por: Pedro Luiz Guerreiro